Consolidação do Mercado do Cacau no Sul da Bahia – Idealização da COMECSULBA

<b>Consolidação do Mercado do Cacau no Sul da Bahia –</b> Idealização da COMECSULBA

Consolidação do Mercado do Cacau no Sul da Bahia – Idealização da COMECSULBA

O projeto COMECSULBA leva em consideração a extinta Capitania Hereditária Vila de São Jorge dos Ilhéus, e posteriormente, cidade de Ilhéus, na sua trajetória próxima dos 500 anos de existência. E que após o auge até a metade do século XX e a crise da Vassoura de Bruxa na metade seguinte, consegue se manter como um dos principais polos produtivos de uma matéria prima de diversos produtos, os destaques e os mais conhecidos são o chocolate e suas dezenas de tipos e sabores, a manteiga de cacau, o achocolatado, e o mel de cacau – geleia, sorvete, bebida energética. Desenvolvemos um incrível sistema agroflorestal denominado Sistema Cabruca em que se preserva a Mata Atlântica e realiza toda plantação e produção sob ela.

A diferença de até então durante o fenômeno da Vassoura de Bruxa ter acontecido, forçando o Governo Federal criar uma instituição dedicada a pesquisar sobre a doença – CEPLAC, que atingiu e faliu grandes produtores, centenas de hectares de terra produtiva e levou a destruição da economia na região por muitos anos, para os dias de hoje, foi a inexistência de centros de educação avançada, como universidades e centros de pesquisas. Até então não possuíamos instituições de pesquisas e formação de pesquisadores, profissionais. Em outras palavras, a Educação e Ciência entrou em jogo pós crise Vassoura de Bruxa, contemplando hoje uma rodovia inteira composta por centros de pesquisas, universidades, instituto federal, parque tecnológico, escolas técnicas industriais, comerciais e robótica, a BR-415, a rodovia Jorge Amado.

Em uma dessas universidades, oriunda da fusão de duas faculdades-mães, Economia e Filosofia, além de ter o maior know-how entre as outras e ser uma das mais importantes da Região Nordeste do Brasil, alinha-se o fato de possuir centros de biotecnologia e genética com o início de um ecossistema empreendedor próprio, incluindo incubadoras, empreendimentos-startups, núcleo de inovação tecnológica e as tradicionais empresas júniores. Só na UESC, esta universidade caracterizada, possui em torno de 10.000 discentes, sem somar as outras instituições circunvizinhas na mesma rodovia.

Está mais do que claro a necessidade da criação de um sistema que integra todo este bloco único do Brasil: produtores da matéria-prima (fazendas, indústrias, distribuidores) + ecossistema empreendedor (lojistas, empreendimentos-startups, empresas júniores, núcleo de inovação tecnológica) + educação e ciência (universidades, centros de pesquisas, CEPLAC, Centro de Inovação do Cacau) voltado unicamente para o fortalecimento e supra desenvolvimento do Mercado do Cacau. A COMECSULBA é um projeto de plataforma física e virtual contemplada por rede social, associação jurídica e eventos presenciais para união competitiva dos agentes para com o resto do mercado. A agricultura do século XXI para o Rio +20 é mais do que uma commodity, é uma matéria-prima economicamente ativa e sustentável. Entre em contato para saber mais e fazer a diferença.

Deixe um comentário

Nome
E-mail
Site
Comentário

Loading...