O PAPEL DO GERENTE DE PROJETOS

O PAPEL DO GERENTE DE PROJETOS

Com o ambiente caótico hoje em dia e as incertezas que ele proporciona, o gerente de projeto, que na sua nomenclatura já tem o dever de estabelecer a integração entre as equipas, comunicação com os stakeholders e todos os outros elementos do gerenciamento de projetos, agora também tem de saber lidar com um novo momento sócio-econômico, com a chegadas das novas economias, com a alta tecnologia aberta para o público, e com um ambiente de mudanças com coisas se modificando e avançando muito rapidamente, forçando-o se manter atualizado sempre.

Um bom profissional gerente de projetos está em plena demanda do mercado, isso é devido principalmente o reconhecimento das empresas em necessitar de gerenciar seus projetos, portfólios sendo para se manter competitiva, questão de organização, ou estratégia de renovação. Uma vez alocado um gerente de projetos numa organização, ele tem o papel de “aplicação de conhecimentos, habilidades, ferramentas e técnicas em projetos com o objetivo de atingir ou até mesmo exceder às necessidades e expectativas dos clientes e demais partes interessadas do projeto”, segundo o PMBOK.

O gerente de projetos hoje em dia é o líder da equipe, é transmissor das demandas do cliente/patrocinador, assim sendo, sua comunicação precisa ser bastante clara e precisa, bem como o poder de motivar a equipe no sentido de:

  • Reconhecer e valorizar suas realizações;
  • Confiar e delegar responsabilidades adequadamente;
  • Definir as metas claramente;
  • Conhecer e gerenciar as expectativas;
  • Desenvolver estilo de gerência flexível;
  • Envolver as pessoas nas definições dos processos produtivos;
  • Saber dar, e receber, “feedback”;
  • Ser receptivo à sugestões;
  • Conhecer o potencial e as limitações das pessoas;
  • Ser tolerante e paciente com as limitações das pessoas;
  • Procurar desenvolver continuamente as pessoas;
  • Estabelecer relacionamento aberto e franco;
  • Preocupar-se sinceramente com as pessoas.

O gerente de projetos hoje não é mais o chefe autoritário de ontem que detinha de todas as informações, davam ordens e controlavam massivamente as atividades.

Apesar desta flexibilidade que o gerente de projetos possui atualmente, o profissional precisa ter as habilidades já discutidas na resenha, e mais, dentro das responsabilidades técnicas exigidas, têm-se as comportamentais como:

  • Criar uma metodologia sólida e consistente adequada ao seu perfil, ao perfil da empresa e ao perfil do projeto;
  • Cercar-se de profissionais competentes;
  • Investir em uma equipe de planejamento e controle que faça o plano acontecer;
  • Gastar mais tempo do projeto na fase de planejamento;
  • Divulgar amplamente o plano do projeto para toda a equipe.

O planejamento bem feito e a execução do projeto gerida por um bom profissional, mantendo o equilíbrio no clima da equipe, colabora para o projeto ser bem sucedido.

Esta foi uma resenha do artigo “O papel do gerente de projetos”, cujo autora é a Fernanda Carmen de Paula.

Resenhista: Daniel Xavier

Deixe um comentário

Nome
E-mail
Site
Comentário

Loading...